PACTH WORK SUA HISTÓRIA - parte 2

Ola! Meninas

Hoje trouxe a segunda parte da história do Patch Work espero que tenham gostado da primeira parte e ampliado seus conhecimentos. Pois isto ajuda muito na hora de Comercializar seu artesanato. Você dá valor ao seu produto, podem acreditar nisso. A Cultura valoriza seu produto final. Não é um simples juntar paninhos e pronto..., tem toda uma história para chegarmos até o Pacth Work de hoje.

Acompanhem  por: Paula Piai  (Blog Ganhe mais circulo)


Em 1846, com a invenção da primeira máquina de costura doméstica, opatchwork passou a ser feito também à máquina.
Mas foi no período das grandes guerras mundiais que ocorreu um significativodeclínio na tradição do patchwork. A técnica foi deixada de lado e quase esquecida, pois as mulheres se viram obrigadas a sair para trabalhar fora, enquanto seus maridos iam para a guerra, não sobrando mais tempo para os trabalhos de quit. Há relatos que a técnica quase desapareceu.
Porém, na década de 70, o movimento hippie trouxe de volta a característica artesanal para suas roupas. Aí, não deu outra! patchwork e o quiltretornaram com força total. Ufa! A partir deste momento, o mundo patchworkeiro veio para ficar.
Em 1978, a indústria criou materiais e instrumentos facilitadores do trabalho artesanal, como o cortador rotatório, a placa de base e as réguas. Posteriormente, grandes indústrias têxteis também passaram a investiram em tecidos com estampas especiais, visando comercializar para este público. Livros e revistas, contendo infinidades de moldes, começaram a ser publicados.
Hoje, o patchwork é considerado um patrimônio cultural dos Estados Unidos, pois, mesmo sua origem não tendo sido nesse país, foi lá que se desenvolveu intensamente. Lá, existem vários museus, exposições, festivais e cursos realizados anualmente. O que nos faz concluir que, atualmente, o patchworknão é somente um simples trabalho artesanal, mas, com toda a certeza, trata-se de uma verdadeira arte, que movimenta bilhões de dólares por ano.
No Brasil, o patchwork só foi conhecido a partir da imigração dos italianos, alemães, ingleses e americanos. Foi durante a escravidão que surgiram osfuxicos, conhecidos como patchwork brasileiro.
fuxicos
A partir da década de 80, vários ateliês brasileiros foram inaugurados com aulas ensinando as técnicas do patchwork e do quilt. Os dois principais interesses que impulsionavam as mulheres a procurar essas escolas eram a busca de um bem estar pessoal (como forma de terapia) e também uma fonte de renda alternativa.
Atualmente, o patchwork e o quilt estão, cada vez mais, ganhando novas adeptas. E, confesso: quanto mais se conhece do seu mundo, mais difícil torna-se sair dele.
O patchwork é pura magia, é terapêutico, é recompensador, tornam as pessoas mais sociáveis, elevando sua autoestima. A interação das amantes deste trabalho vai além das fronteiras do seu país, e, com a ajuda da internet, é possível se identificar com “patchworkeiras” e “quilteiras” do mundo todo. E isso é bom demais!
CURIOSIDADE:
Você sabe quem foi Jane Stickle?
Jane Stickle viveu em Vermont (EUA), durante a Guerra Civil Americana. Ela costurou uma das colchas mais famosas do mundo. E assim se tornou, principalmente, porque ela, ao terminar seu quilt em 1863, surpreendendo a todos, assinou o projeto, fato bastante incomum naquele período.
Dear Jane 1863
A geometria dos 169 blocos da colcha de Jane chamou a atenção de uma professora de matemática Brenda M Papadakis que passou a pesquisar, enlouquecidamente, por 5 anos, tudo sobre a vida e a época em que ela viveu, e batizou a colcha como DEAR JANE e as réplicas de Baby Jane. No ano passado, a colcha Dear Jane completou o seu 150 º aniversário da criação. Até hoje, seus 169 blocos são estudados e reproduzidos por quilters do mundo inteiro. -www.benningtonbanner.com/news/ci_23930926/150th-anniversary-jane-stickle-quilt-exhibit-opens-next.
DIFERENÇAS ENTRE PATCHWORK ARTÍSTICO,
PATCHWORK TÉCNICO/TRADICIONAL
E PATCHWORK MODERNO?
patchwork artistico rute sato
patcwork tradicional tecnico
modern quilt
Em São Paulo, o movimento do modern quilt foi trazido por Fá Giandoso e outras quilters. É possível acompanhar pelo blog:http://www.spmodernquiltguild.blogspot.com.br/

Acompanhe a terceira parte no próximo Post

Postagens mais visitadas deste blog

SAIBA COMO MONTAR SUA PRÓPRIA FÁBRICA DE CHINELOS...

5 UTILIDADES PARA SEU VIDRO DE SHAMPOO VÁZIO ✿

[Vídeo] Mega 2015- Peter Paiva Saboaria dos Sonhos Sua Verdadeira História